ROCK START agora é da WOODSROCK PRODUÇÕES!

logo_woods_GRANDE
Novidade na cena rocker gaúcha: o projeto Rock Start Bandas Independentes foi incorporado recentemente à relação de eventos próprios da WOODSROCK PRODUÇÕES, que promove os festivais Rock´n Mutantes, WoodsRock Festival, Acoustic Sessions Champub, Über Rock, Peleia EBTK, O Melhor é Daqui e Livro Livre – além de ter as bandas de seu casting vinculadas a tradicionais eventos de rock no Estado, como Gig Rock, MorroStock, Segundas Clássicas do Jekyll, Grito RockQuarta Indie Rock Long Play, entre muitos outros.
 
A marca Rock Start passa atualmente por uma reavaliação da produtora, para retornar com um novo formato, mas ainda dentro do espírito de valorizar o trabalho autoral das melhores bandas independentes do Rio Grande do Sul.
 
Vale lembrar que 5 das 6 bandas do casting atual da WoodsRock Produções tocaram no projeto Rock Start, em fotos e vídeo que podem ser conferidos aqui no site: ALCAPHONES, MORGAN LE FEMME, CALIBRE, LECHEVAIS e CLÃ MCLOUD (a banda LARANJA FREAK estava agendada para tocar, quando o projeto teve de ser suspenso, pelos motivos citados no post anterior).
 
Entre no site da Woods ( www.woodsrock.com.br ) e acompanhe as novidades sobre os projetos voltados para o rock gaúcho, desenvolvidos pela produtora que vestiu a camiseta do festival que agitou o Estado em 2008/2009. Pois agora, a WoodsRock inverte os papéis para, em breve, retomar as atividades do Rock Start com força total – aguardem!!!
camiseta_amarela

PROJETO ROCK START SUSPENDE AS ATIVIDADES

equipe_1

No dia 2 de dezembro de 2008, um sonho saiu do papel e virou realidade: era a estreia do ROCK START, determinado a dar espaço semanalmente para a nova geração de bandas independentes gaúchas mostrar todo o seu talento no palco. E pelos palcos do Barato Bar, do John Bull Pub, do Manara e do Revolution Pub passaram quarenta bandas, em shows memoráveis que só comprovaram a certeza que tínhamos quando criamos o projeto.

Infelizmente, porém, o momento é desfavorável para uma iniciativa tão radical e única como esta. Público e Mídia não estão mobilizados como as bandas necessitam para que os shows possam ter continuidade – e em razão disso, aquela que já foi considerada a “capital nacional do rock” perde um projeto tão significativo para a música e a cultura do nosso Estado. Apesar das mais de 500 bandas cadastradas para se apresentar, o ROCK START encerra suas atividades, na esperança de ter contribuído para o início de uma grande mobilização, capaz de reverter a inércia que assola o cenário independente local.

E aqui ficam nossos agradecimentos a todos aqueles que nos ajudaram semana após semana, em especial ao Revolution Pub, na figura do Sr. Ivan (foto acima, ao centro) e do Rafael (à direita) – amigos especiais que apostaram alto conosco, disponibilizando uma maravilhosa estrutura para a realização dos shows e para a venda dos CDs das bandas na Stoned Discos. Em nome das bandas, agradecemos pela oportunidade e pelo entusiasmo com que o projeto foi recebido, desejando muito sucesso pela frente.

A partir desta data, o ROCK START suspende suas atividades por tempo indeterminado. Estamos parando para rever conceitos, estudar novas possibilidades e buscar patrocínios e apoios que viabilizem um recomeço a médio/longo prazo. Até lá, as fotos e vídeos aqui no site ficam como lembranças de tudo aquilo que rolou e, é claro, dos grandes momentos vividos por quem comprou a ideia conosco, fazendo todo o empenho, suor e dedicação, no fim das contas, terem valido à pena.

Um grande abraço a todos!

equipe_2

(Giuliano Cecatto, Drika Oliveira, Jairo Piscitelli Jr. e Ricardo Maia)

====================================================

Bandas que se apresentaram no ROCK START:

izm_2

Izmália


repli2

Os Replicantes


Morgan_4

Morgan Le Femme


cla_1

Clã McLoud


Alcaphones_92

Alcaphones


entr_lech

LeChevais


Calibre_6

Calibre


balla5

BallaHalls


Sonora_6

Sonora Fundação


yankee_1

Yankee Street


Delittus_1

Delittus


Reverso Revolver_1

Reverso Revolver


Tanlan_4

Tanlan


chargy07

Chargy


moko03

Mokojoe


raiochoque02

Raio Choque


radio04

Radiostereo


gabriel_1

Gabriel Von Brixen


sentido_0

Sentido Inverso


sigma1

Sigma 7


bullet3

Bullet


oh4

Oh!


andina_5

Andina


suco_5

Suco Eléctrico


space13

Space Rave


culpados5

Culpados Inocentes


ap_04

Alta Postura


kabedal3

Kabedal


vitalicia2

Vitalícia


rock_start_1612_a

Baby Doll


_melvin_0912_1

Melvin


_doubleface_0912_1

Doubleface


decifre

Decifre


dp_01

Desvio Padrão


dklc03

DKLC

Entrevista bandas MORGAN LE FEMME e ALCAPHONES

Morgan_5

ROCK START) Como foi o show da MORGAN LE FEMME no Rock Start de 25/6?

MORGAN LE FEMME) O show da Morgan no Rock Start nos proporcionou muita diversão. A organização foi extremamente receptiva e calorosa, nos sentimos em casa. O público se mostrou íntimo da banda, fazendo com que todo o show fluísse de forma intensa e natural. O clima de descontração era predominante, nos sentimos à vontade para interagir com o público e vice-versa. Com certeza, foi um grande momento!

RS) O que a banda achou do projeto Rock Start (idéia, estrutura, organização, material de divulgação, etc.)?

MLF) O Projeto Rock Start é uma realização de bastante importância para as bandas independentes, que tanto batalham por espaço. A organização tem a sensibilidade de promover os shows com real comprometimento, abraçando verdadeiramente a causa das bandas, focada na arte acima de todo o resto. É por essa e outras razões que nos sentimos felizes em participar de um projeto tão bem pensado como o Rock Start.

RS) Quais os próximos projetos da MORGAN LE FEMME (shows, gravações, etc.)?

MLF) A Morgan Le Femme está em processo de estabilização em termos de músicas autorais, temos nos envolvido bastante na composição de novas canções e tem sido muito empolgante lidar com isso. Nossa primeira gravação, o EP “Verde“, será lançado virtualmente dia 4 de Julho pela Timbre Noise, levando ao público quatro das nossas músicas. A fase tem sido bastante estimulante para a banda e vemos possibilidades novas a cada momento – estamos realmente animadas.

RS) Deixem uma mensagem para as bandas independentes gaúchas e para o público:

MLF) As bandas independentes têm mostrado cada vez mais amor pela camisa, enfrentando o que for preciso para levar seu som ao mundo. O que devemos fazer é manter esse espírito de resistência e abrir espaço para a música independente, aproveitando as oportunidades oferecidas por projetos como o Rock Start para levar a cena pra frente. Manter uma banda é muito complicado, não só em termos de sustentação financeira mas também em termos de compatibilidade pessoal entre os integrantes de uma banda. É preciso perseverar, insistir e fazer valer o amor pela música acima de tudo. Com isso não só as bandas se favorecem, mas também o público, que passa a apreciar músicas feitas por pessoas comprometidas com seus objetivos, músicas de pessoas que batalharam cada passo do caminho. A trajetória da banda é parte da mensagem de sua música e é isso que faz a cena independente tão rica.

 

=========================================================

 

Alcaphones_3

ROCK START) Como foi o show da ALCAPHONES no Rock Start de 25/6?

ALCAPHONES) Para a Alcaphones, foi um show em que nos sentimos muito à vontade – isso pela boa recepção que tivemos do pessoal da organização e do público. E dividir o palco novamente com a Morgan Le Femme sempre é bom, as gurias além de talentosas são muito divertidas.

RS) O que a banda achou do projeto Rock Start (idéia, estrutura, organização, material de divulgação, etc.)?

ALC) Essa resposta não falo só em nome da Alcaphones, mas sim de todas as bandas independentes que necessitam de um tipo de iniciativa de um projeto como esse, com uma ótima estrutura e que se compromete a “ajudar” as bandas a terem seu espaço. A Alcaphones parabeniza novamente a Rock Start pelo belissímo trabalho, que nos deixa muito felizes por ter participado desse evento.

RS) Quais os próximos projetos da ALCAPHONES (shows, gravações, etc.)?

ALC) Temos muitas ambições para 2009 – algumas já se concretizaram, outras estão se concretizando, e esperamos que alguns dos projetos ainda sejam realizados durante este ano. Como, por exemplo, a regravação do single Lady Rosa, que está no processo de finalização, juntamente com três música inéditas.

RS) Deixem uma mensagem para as bandas independentes gaúchas e para o público:

ALC) As bandas independentes estão todas batalhando para buscar “o seu lugar ao sol”, então não podemos deixar isso terminar, temos que nos unir – tanto as bandas como o público que comparece nos shows e as pessoas que fazem os shows acontecerem, como o projeto Rock Start, que abriu as portas para que inúmeras bandas independentes mostrassem o seu trabalho. Que as bandas não desistam logo na primeira barreira que encontrarem, pois não é fácil para ninguém por muitos motivos conseguir esse lugar ao sol.

Divulgação Rock Start na Internet – 25/6

Confira abaixo alguns dos sites que estão divulgando os shows do Projeto Rock Start de 25/6 (bandas MORGAN LE FEMME e ALCAPHONES***):

PORTAL ROCK GAÚCHO (hotsite)

PORTAL LAST.FM

PORTAL OBAOBA

PORTAL HAGAH

PORTAL BANDAS GAÚCHAS

CLIC RBS – BLOG VOLUME

PORTAL WHIPLASH

QUEB? (Qual é a Boa?)

REVISTA THINGSMAG

SITE DA HORA

PORTAL BANRISUL

WOODSROCK PRODUÇÕES

(***A banda Stella Can ficou impossibilitada de tocar e foi substituída pela banda Alcaphones – em alguns locais, não foi possível alterar a tempo a divulgação, enviada com bastante antecedência)

É HOJE – TODOS RUMO AO REVOLUTION PUB!

FLYER_HOJE_2506

Perfil banda ALCAPHONES

Perfil Alcaphones

Nome da banda: ALCAPHONES
Cidade: CANOAS
Show no ROCK START: 25/06/2009 às 0h15min

Integrantes:
• Tiago Caleb (vocal)
• Luiz Otávio (guitarra)
• Julio Caldo Velho (baixo)
• Carlo (bateria)

MySpace: www.myspace.com/alcaphones
Fotolog: www.fotolog.com/alcaphones

Contato: alcaphones@gmail.com

INFORMAÇÕES:
A Alcaphones foi formada no começo de 2006 por dissidentes de outras bandas. Desde o começo, a ideia era só uma: Rock ‘n Roll simples, com guitarra e baixo trabalhados, batidas fortes, letras marcantes e – acima de tudo – um trabalho totalmente autoral. Alcaphones mostra e relembra tudo o que foi bem feito desde os anos sessenta até os noventa, acrescentando a inovação que a banda esclarece e torna verdadeira no século XXI. Para completar, um vocal forte, com melodias marcantes e letras que falam de relacionamentos duradouros, eternos ou apenas o tempo que leva para escutar uma música.

A banda tem músicos experientes em sua última formação, que se juntou no ano de 2007: o vocalista Tiago Caleb já atuou em bandas roqueiras da cena porto-alegrense; o baterista Carlo é influente como músico a ponto de sustentar as batidas que fazem tremer o palco; Júlio Caldo Velho é um músico free-lancer respeitado desde os anos 80 quando era músico contratado de estúdio; e o guitarrista Luiz Otávio Melo – último membro a integrar a banda nessa atual formação -, músico da Revulsônica, que mostra toda a sua energia em cima do palco. Donos de um show eletrizante desde o início até o final, a banda não poupa esforços para mostrar que ficar parado em palco nunca fez parte do show.

Gostamos de dizer que temos influência em tudo o que foi bem feito desde a década de 60 pra cá. Só que, é claro, temos alguns músicos que nos influenciaram fortemente. Cada integrante da banda tem suas preferências, que vai de Beatles a Queens of the Stone Age. Mas aí no meio tem Supergrass, Erasmo Carlos, Foo Fighters, The Hellacopters e Franz Ferdinand, entre outros.

Confira abaixo a música “Lady Rosa”, da Alcaphones:

(para ouvir, basta clicar no botão “PLAY” acima – pode demorar alguns segundos para o arquivo de áudio carregar)

SUBSTITUIÇÃO NO SHOW DE AMANHÃ

l_0b34878e7d7825861bff5a8feb042ebf

Em função de um imprevisto de última hora, a Stella Can ficou impossibilitada de se apresentar no Rock Start dessa quinta (25/6). No lugar das gurias, tocará a excelente banda ALCAPHONES, que ao lado da Morgan Le Femme vão “quebrar tudo” amanhã no Revolution! NÃO PERCA!!!